Kamilah Taylor
Sometimes you just need to take a minute and listen to the lyrics of a simple song. I always loved "Águas de Março", or "Waters of March", as mentioned in the previous post, but I just realised how absolutely beautiful it is. The pictures were taken by my friend Anna while we stayed in Saint Augustine, but photoshopped (a little bit) by me. Hopefully the song will stop haunting me enough for me to get some work done...

The song is one of many composed by Antonio Carlos Jobim. According to the Wikipedia entry, March is a rainy month in Brazil, signaling the end of summer and the beginning of the cold season. It's almost painful to read these lyrics, as you get this strong sense of life just passing by and spiraling towards death...

The version I usually listen to features both Antonio Carlos Jobim and Elis Regina singing together, but a Youtube video of an original rendition by Elis Regina with Jobim just playing the piano can be found.

Edit: I just realised that the version I know with both Jobim and Regina can also be found on Youtube!







"É pau, é pedra,

é o fim do caminho

É um resto de toco,

é um pouco sozinho



É um caco de vidro,

é a vida, é o sol

É a noite, é a morte,

é o laço, é o anzol



É peroba do campo,

é o nó da madeira

Caingá candeia,

é o matita-pereira



É madeira de vento,

tombo da ribanceira

É o mistério profundo,

é o queira ou não queira



É o vento ventando,

é o fim da ladeira

É a viga, é o vão,

festa da cumeeira



É a chuva chovendo,

é conversa ribeira

Das águas de março,

é o fim da canseira



É o pé, é o chão,

é a marcha estradeira

Passarinho na mão,

pedra de atiradeira



É uma ave no céu,

é uma ave no chão

É um regato, é uma fonte,

é um pedaço de pão



É o fundo do poço,

é o fim do caminho

No rosto o desgosto,

é um pouco sozinho



É um estrepe, é um prego,

é uma ponta, é um ponto

É um pingo pingando,

é uma conta, é um conto



É um peixe, é um gesto,

é uma prata brilhando

É a luz da manhã,

é o tijolo chegando



É a lenha, é o dia,

é o fim da picada

É a garrafa de cana,

o estilhaço na estrada



É o projeto da casa,

é o corpo na cama

É o carro enguiçado,

é a lama, é a lama



É um passo, é uma ponte,

é um sapo, é uma rã

É um resto de mato,

na luz da manhã



São as águas de março

fechando o verão

É a promessa de vida

no teu coração



É uma cobra, é um pau,

é João, é José

É um espinho na mão,

é um corte no pé



São as águas de março

fechando o verão

É a promessa de vida

no teu coração



É pau, é pedra,

é o fim do caminho

É um resto de toco,

é um pouco sozinho



É um passo, é uma ponte,

é um sapo, é uma rã

É um belo horizonte,

é uma febre terçã



São as águas de março

fechando o verão

É a promessa de vida

no teu coração"
It's stick, it's stone

It's the end of the road

It's a rest of stump

It's a little alone



It's a shard of glass

It is life, it's the sun

It is night, it is death

It's the snare, it's the fishhook



It's peroba of the field

It's the knot in the wood

Lamp caingá tree

It's the matita-pereira tree



It's wind-resistant wood

Falls of the ravine

It's the profound mystery

It's the you wish or you don't



It's the wind blowing

It's the end of the slope

It's the beam, it's the span

The new roof party



It's the rain raining

It's riverbank talk

Of the waters of March

It's the end of the struggle



It's the foot, it's the ground

It's the walk on the road

Small bird in the hand

A slingshot stone



It's a bird in the sky

It's a bird on the ground

It's a creek, it's a fountain

It's a piece of bread



It's the bottom of the well

It's the end of the way

In the face the annoyance

It's a little lonely



It's a thorn, it's a nail

It's a point, it's a dot

It's a drop dripping

It's an tally, it's a tale



It's a fish, it's a gesture

It's silver shining

It's the morning's light

It's the brick arriving



It's the firewood, it's the day

It's the end of the trail

It's the bottle of liquor

Splinter in the road



It's the house's design

It's the body in bed

It's the broken down car

It's the mud, it's the mud



It's a footstep, it's a bridge

It's a toad, it's a frog

It's a rest of brush

In the morning's light



They are the waters of March

Closing the summer

It's the promise of life

In your heart



It's a snake, it's a stick

It's John, it's Joseph

It's a thorn in the hand

It's the cut on the foot



They are the waters of March

Closing the summer

It's the promise of life

In your heart



It's stick, it's stone

It's the end of the road

It's a rest of stump

It's a little alone



It's a footstep, a bridge

It's a toad, it's a frog

It's a beautiful horizon

It's a tertian fever



They are the waters of March

Closing the summer

It's the promise of life

In your heart
Labels: , , , | edit post
Reactions: 
0 Responses

Post a Comment